O INSTITUTO

NOSSA HISTÓRIA

O Instituto SENAI de Inovação nasceu de uma demanda da indústria química que, através de sua associação brasileira (ABIQUIM), apoiou a idealização e estruturação do Instituto. Hoje, diversas empresas do setor desenvolvem projetos com o Instituto.

Através de workshops apoiados pelo Instituto Fraunhofer (DE), representantes de empresas e pesquisadores avaliaram a demanda por P&D&I, as lacunas tecnológicas existentes e as vocações nacionais para o desenvolvimento da indústria química no Brasil.

Estudos como o Pacto Nacional da Indústria, publicado pela ABIQUIM (2011), e o Estudo da Diversificação da Indústria Química Brasileira, desenvolvido pela Bain&Co e GasEnergy por encomenda do BNDES (2014), corroboraram para identificar as oportunidades de inovação no Brasil. Nosso foco é agregar valor ao petróleo oriundo do pré-sal como também à biomassa, além de utilizar a informação biológica contida na biodiversidade brasileira, desafios necessários para o desenvolvimento da indústria no país.

Atualmente, com o apoio das associações ABINT (Associação Brasileira de Nãotecidos e Tecidos Técnicos), ABIT (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção) e ABRAFAS (Associação Brasileira de Produtores de Fibras Artificiais e Sintéticas), o Instituto conta com uma equipe especializada na área de fibras e beneficiamento têxtil, com foco no desenvolvimento de têxteis técnicos e fibras de alta performance.

icone_missao

MISSÃO

Desenvolvimento de soluções sustentáveis por meio da química e da biotecnologia industrial empregando recursos renováveis e não renováveis para o estabelecimento de novos produtos e processos.

icone_visao

VISÃO

Tornar-se uma referência nacional e internacional em P,D&I para o desenvolvimento de novos produtos e processos químicos a partir de recursos renováveis e não renováveis e o desenvolvimento da biotecnologia.

ESTRATÉGIA

O ISI Biossintéticos tem o objetivo de se tornar um instituto de pesquisa aplicado privado autossustentável. Para tanto, oferece seus serviços através de contratação direta por empresas como também oferece apoio na busca de soluções de fomento que melhor se adequem ao perfil de cada empresa para a realização dos projetos. O processo de execução da pesquisa segue regras de gestão de projetos aplicada a P,D&I, com a definição de Milestones e stage-gates.

Para o Instituto é importante a participação efetiva da empresa durante o desenvolvimento do projeto, podendo ter seus pesquisadores trabalhando por períodos no instituto como também pesquisadores do SENAI trabalhando dentro dos laboratórios das empresas. Nossa proposta é também atuar como laboratório aberto para pesquisadores provenientes de universidades como outros institutos de pesquisa.

PRINCIPAIS SEGMENTOS DE MERCADO

  • Especialidades e Bases Químicas
  • Têxtil
  • Agroquímica
  • Indústrias de Higiene Pessoal, Cosméticos e Produtos de limpeza
  • Papel e Celulose
  • Óleo e Gás

GOVERNANÇA

Criado em janeiro de 2016, o Instituto SENAI de Inovação em Biossintéticos integra o Centro de Tecnologia das Indústrias Química e Têxtil – SENAI CETIQT, onde possui atuação sinérgica com as áreas de educação e tecnologia do Centro.

Tendo em vista o compromisso de enfrentar os novos desafios e a necessidade de ampliar as possibilidades de cooperação e de integração entre os Institutos SENAI de Inovação com o segmento produtivo, com instituições governamentais e com a academia, foi criado um Comitê Técnico Consultivo vinculado ao Instituto SENAI de Inovação em Biossintéticos.

A constituição do referido Comitê visa fomentar a aproximação e interlocução entre os principais stakeholders do Sistema de Inovação Brasileiro e propiciar um fórum de discussões para auxiliar no posicionamento mercadológico e desempenho visando um crescimento contínuo e a estabilização do negócio de pesquisa aplicada e inovação na grande área de Biossintéticos no Brasil.

MEMBROS EFETIVOS

Por parte do setor produtivo

  • Presidente-Executivo da ABIQUIM, Fernando Figueiredo
  • Head of R&D Agrochemicals da Oxiteno, André Conde
  • R&I Director for LATAM Solvay, Gabriel Gorescu
  • Gerente de Inovação e Engenharia da Elekeiroz, Rafael Pellicciotta
  • Gerente de P&D da Buckman, Luis Langbeck
  • Global R&D Director Braskem, Patrick Teyssonneyre

Por parte do Governo

  • Secretário Jailson de Andrade, da Secretaria de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento (SEPED – MCTIC)
  • Priscila Branquinho, Chefe de Departamento de Indústria Química do BNDES
  • Luiz Otávio Pimentel, Presidente do INPI

Por parte da Academia

  • Professor Dr. Fernando Galembeck, UNICAMP
  • Professor Dr. José Carlos Pinto, COPPE/ UFRJ e Parque Tecnológico do Fundão
  • Professor Dr. Luuk van der Wielen, Delft University (NL) e Director of the Bernal Institute of the University of Limerick in Ireland

Unidade Riachuelo

Rua Magalhães Castro 174 - Riachuelo
CEP: 20961-020 - Rio de Janeiro - RJ

Unidade Barra

Centro Empresarial Mário Henrique Simonsen
Av. das Américas 3434 - Blocos 2 e 5
Térreo - Barra da Tijuca
CEP: 22640-102 - Rio de Janeiro - RJ

+55 21 2582-1001

(Central de Atendimento - 8h às 20h)

atendimento@cetiqt.senai.br

(Central de Atendimento)

Unidade Riachuelo

Rua Magalhães Castro 174 - Riachuelo
CEP: 20961-020 - Rio de Janeiro - RJ

Unidade Barra

Centro Empresarial Mário Henrique Simonsen
Av. das Américas 3434 - Blocos 2 e 5
Térreo - Barra da Tijuca
CEP: 22640-102 - Rio de Janeiro - RJ

+55 21 2582-1001

(Central de Atendimento - 8h às 20h)

atendimento@cetiqt.senai.br

(Central de Atendimento)

© SENAI CETIQT 2017

POLÍTICA DE PRIVACIDADE