Chamada Temática Pilotos IoT

INOVAÇÃO TECNOLÓGICA PARA INDÚSTRIAS DE QUALQUER PORTE

Projetos com até 36 meses de duração.
Valor mínimo do Plano de Inovação: R$ 1 milhão.

Objetivos da Chamada Temática:

  • Empresas ou consórcio de empresas interessadas em explorar as tecnologias criadas/testadas no testbed;
  • Acelerar a difusão de tecnologias relacionadas à Indústria 4.0 em PMEs;
  • Reduzir os riscos e custos de implantação e de novas tecnologias no ambiente fabril;
  • Evitar interromper a linha de produção nas empresas;
  • Reproduzir as condições operacionais de forma otimizada.

Quem pode participar?

Empresas industriais de qualquer porte ou startups de base tecnológica, com CNPJ ativo.

Requisitos para elegibilidade das empresas industriais:

  • Possuir CNAE primário industrial, segundo a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) de acordo com a lista de CNAEs disponibilizada no site do edital.
  • Caso o CNAE primário não seja industrial, a EP deve ser contribuinte do SENAI. Neste caso, os comprovantes de pagamento da contribuição compulsória ao SENAI referentes aos últimos três meses anteriores ao resultado da Chamada, devem ser anexados ao plano de projeto

Requisitos obrigatórios do Plano de Inovação:

  • Valor mínimo do Plano de Inovação: R$ 1 milhão;
  • O apoio conjunto BNDES / SENAI-DN / EMBRAPII poderá atingir até 50% do investimento total. O uso deste recurso seguirá critérios próprios de cada uma das instituições;
  • O restante dos recursos deverá ser aportado pela empresa e/ou provir do ISI/SENAI-DR, a título de contrapartida econômica;
  • Podem ser utilizados instrumentos de crédito do BNDES nos recursos de contrapartida;
  • Os itens apoiáveis respeitarão as regras de cada instituição parceira;
  • O prazo de execução dos Planos de Inovação: até 36 meses.

Consulte o regulamento ou entre em contato com o Instituto Senai de Inovação em Biossintéticos do SENAI CETIQT:

Ricardo Cecci
rrcecci@cetiqt.senai.br
+55 21 3812 5809

Participe do evento Desvendar 4.0 na Casa Firjan

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) entende que a chamada Indústria 4.0 é a grande oportunidade para a indústria brasileira ser mais produtiva, por meio de tecnologias digitais que vão ajudar as empresas a aprenderem e serem mais ágeis.

Convidamos a indústria nacional a ser protagonista no caminho rumo à Indústria 4.0, com quatro passos fundamentais a serem percorridos:

  1. A indústria deverá ter seus processos produtivos mais enxutos
  2. A indústria deve requalificar trabalhadores e gestores
  3. A inserção na indústria 4.0 iniciará por meio de tecnologias já disponíveis e de baixo custo
  4. A indústria investirá em pesquisa, desenvolvimento e inovação

Este evento vem com a proposta de desmistificar os conceitos da Indústria 4.0 e mostrar que, o aumento de competitividade desejado, está ao alcance de todas as empresas de quaisquer porte e setor.

Inscreva-se para participar do Desvendar 4.0 na Casa Firjan, no Rio de Janeiro: https://goo.gl/zUidFy

Resultado SENAI Brasil Fashion 2018

 

Resultado da Seletiva Nacional

DR ESTILISTA MODELISTA
CETIQT / RJ João Pedro Incerti de Figueiredo Alice Wermelinger Tavares Guzzo Py
CETIQT / RJ Isabela Pereira Santhiago Maria Dos Santos Leal Costa
MARANHÃO Marielle da Silva Ferreira Maria Josete Viegas Rodrigues
MINAS GERAIS Otávio Augusto Ferreira Nascimento Douglas Carlos da Silva
PARANÁ Mayara Mamede Correa Thiago Gritten
PERNAMBUCO Marcel Pereira Feitosa Janaina Costa Bezerra De Albuquerque
PERNAMBUCO Cíntia Graziela de Souza Silva Fabíola Araújo
PIAUÍ Jéssyca Maria Siqueira Alves Lucas Mesquita Rêgo
RIO GRANDE DO NORTE Anna Elissa Dantas Salgado Pinto Iure Medeiros Dantas
SANTA CATARINA Gabriela Henkels Milena Ferreira Gardin
SÃO PAULO Mauricio Caetano Pires Tamires Maria Sousa Do Nascimento
SÃO PAULO Stevan Haad da Costa Cerqueira Gabriella Louise dos Santos Silva

Parabéns às duplas classificadas que irão desenvolver o projeto com a orientação dos profissionais mais renomados do mundo da Moda brasileiro.

A próxima fase será o percurso de coaching, criação, desenvolvimento e apresentação de uma minicoleção (3 looks), sob a orientação de nomes como Ronaldo Fraga, Alexandre Herchcovitch, Lino Villaventura e Lenny Niemeyer.

Os looks desenvolvidos serão apresentados em um desfile de moda profissional, com a presença de público especializado, em pleno Rio de Janeiro. Confira o desfile de encerramento da última edição:

Faculdade SENAI CETIQT recebe o Troféu THE WINNER 2018

Em nome da Faculdade SENAI CETIQT, Robson Wanka, gerente de educação, esteve em SP no dia 11 de junho para receber o Troféu THE WINNER 2018 da Revista “International Business Magazine”.

A Revista International Business apresenta cases de sucesso para empreendedores de diversas áreas e traz reportagens sobre gestão, marketing, estratégia, finanças, tecnologia e internet.

Os critérios para escolha dos premiados são:

1- Excelente reputação empresarial;
2- Reconhecimentos;
3- Certificados;
4- Prêmios recebidos;
5- Exitosa participação em feiras segmentadas e congressos;
6- Tecnologia empregada;
7- Ações em sustentabilidade no setor social;
8- Veiculação de matérias na mídia nacional e internacional.

Segundo Wanka, o Troféu The Winner 2018 é um reconhecimento formal de todo o trabalho e esforço que vem sendo desenvolvido pela equipe da Faculdade SENAI CETIQT em prol da formação de alunos e trabalhadores qualificados pra atender a Indústria, tornando-a mais competitiva e inovadora.

Com Indústria 4.0, fábricas inteligentes vão melhorar competitividade no setor da moda

A 4ª Revolução Industrial vai mudar radicalmente a forma como se fabricam os produtos e como serão consumidos. Na moda, por exemplo, será possível encomendar à fábrica uma roupa exclusiva e tê-la pronta meia hora depois. Essa e outras tecnologias já são realidade, inclusive no Brasil, e empresários de Mato Grosso do Sul podem facilmente aplicá-las em seus negócios ao realizarem consultorias com o Senai, por meio do CTVs (Centros Tecnológicos do Vestuário), localizados em Campo Grande e Dourados.

“A indústria brasileira enxerga a Indústria 4.0 como algo ainda distante, mas o Senai, por meio de suas consultorias e serviços técnicos especializados, vem mostrando que no Brasil já existe esta tecnologia disponível e profissionais capacitados para auxiliar as empresas a implanta-las e torna-las uma realidade”, afirmou o gerente de relações com o mercado do Senai/Cetiqt (Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil), Roberto Füllgraf, que é a principal referência do País em termos de formação profissional e prestação de serviços orientados à cadeia produtiva do setor químico e têxtil.

Ainda segundo Roberto Füllgraf, as empresas precisam começar a investir em inovação, caso contrário, ficarão para trás. “É preciso entender que é uma mudança que precisa acontecer agora, e não daqui 10, ou 20 anos. Claro que não se trata de um dia para ou outro, transformar a fábrica inteira em uma planta 4.0, mas é preciso dar o primeiro passo, fazer isso em partes, começar pelo setor de facção, por exemplo, depois passar para a distribuição, e ir expandindo para as demais etapas do processo produtivo. O importante é pensar que é possível fazer”, orientou.

Conselheiro do Senai/Cetiqt para a Região Centro-Oeste e presidente do Sindivest/MS (Sindicato das Indústrias do Vestuário, Fiação e Tecelagem de MS), José Francisco Veloso Ribeiro acrescenta que, à frente das duas entidades, tem atuado para apresentar aos empresários do segmento em Mato Grosso do Sul as possibilidades para que as empresas deem um salto tecnológico. “Junto com o Senai e seus parceiros, temos trabalhado junto aos empresários do Estado para que conheçam os serviços do Cetiqt e do CTV para que sejam mais competitivas no mercado. O CTV, parceiro regional do Cetiqt, disponibiliza diversos serviços para atender às demandas da indústria local e, caso não tenha disponível, busca no Cetiqt para traze-la ao alcance do empresário”, afirmou.

Planta 4.0

A planta de confecção 4.0 tanto já é realidade que foi apresentada pelo Senai aos visitantes da Olimpíada do Conhecimento 2018, que foi realizada entre os dias 5 e 8 de julho, em Brasília (DF). Quase toda automatizada, possui máquinas conectadas que produzem informações essenciais para tomada de decisão e aumento de produtividade.

Para iniciar o processo de compra de uma nova roupa, o consumidor se coloca diante de um espelho virtual, que possui uma câmera e é capaz de levantar as medidas do corpo da pessoa. Um robô colaborativo (que interage com seres humanos sem machucá-los) confere então a rigidez muscular do cliente para conferir com precisão o tamanho a ser produzido. Em seguida, a peça é desenhada e transportada para uma mesa, que corta automaticamente o tecido com ajuda de câmeras com reconhecimento de bordas, economizando material.

Os profissionais de costura também ganham ajuda da tecnologia na nova fábrica. Um sistema de realidade aumentada ensina virtualmente a sequência de passagem da linha e um QR Code posicionado no produto mostra a sequência de montagem da peça.  Ao terminar, o costureiro insere uma etiqueta informatizada com as informações do cliente e envia a peça a outro equipamento, que a dobra e embala automaticamente. Em seguida, um robô armazena o produto utilizando um sensor RFID (identificação por radiofrequência), que permite registrar sua posição exata no estoque.

Ao retirar o produto na loja, o consumidor apresenta o QR Code recebido por e-mail a um robô. Ao provar a roupa, ele tem ainda sua expressão facial lida por uma câmera. O objetivo é identificar a emoção do cliente e alimentar uma pesquisa de satisfação. Além de produzir de forma inovadora, o sistema também produz milhares de informações de todo o processo, utilizando tecnologias como internet das coisas e big data, que são armazenadas em nuvem. Esses dados servem para analisar com riqueza de detalhes o funcionamento da planta e são fundamentais para orientar decisões estratégicas.

Fonte: FIEMS 

 

fotozfabricazdozfuturoz5

 

fotozfabricazdozfuturoz3

fotozfabricazdozfuturo

fotozfabricazdozfuturoz2

Participe da Campanha Vestibular 2018 SENAI CETIQT e ganhe isenção em até 3 mensalidades

Você indica um amigo para fazer um curso de graduação e não paga uma mensalidade do seu curso. E adivinha? Se você indicar 2 amigos, não vai pagar 03 mensalidades. A gente sabe que você consegue indicar muito mais, mas só cabem 30 alunos por sala. Então, aproveite para estudar no SENAI CETIQT com que você gosta e ainda ficar de boas por uns meses.

Quem pode participar?

Alunos dos cursos técnicos e da graduação, que possuam vínculo ativo e regular com a Instituição, que indicarem novos alunos para matrícula nos cursos de graduação do vestibular 2018.2 da Faculdade SENAI CETIQT.

Critérios e Regras para premiação:

    • Estar regularmente matriculado em um dos cursos técnicos ou cursos de graduação do SENAI CETIQT.
    • Atender a um dos itens a seguir:
      • Indicação de 01 pessoa efetivamente matriculada em um curso de graduação do SENAI CETIQT: isenção em 02 mensalidades;
      • Indicação de 02 pessoas matriculadas em um curso de graduação do SENAI CETIQT: isenção em 03 mensalidades.

Importante:

  • Para os fins desta campanha, considera-se o aluno efetivamente matriculado somente após o pagamento da segunda mensalidade;
  • A campanha está desvinculada da Política de Bolsas do SENAI CETIQT, sendo que este benefício substitui provisoriamente os descontos concedidos em contrato;
  • Após o período de isenção concedido nas regras desta campanha, volta a valer concessão de benefício valido em contrato vigente do aluno;
  • É vedada a acumulação dos incentivos previstos nesta campanha com outro benefício concedido pelo SENAI CETIQT.

Os alunos só poderão ser premiados por sua participação desde que obedeçam aos critérios e regras desta Campanha.

 

Para ajudar, você pode usar algumas imagens:

Participe da Semana Nacional da Ciência e Tecnologia no SENAI CETIQT

A Semana Nacional da Ciência e Tecnologia tem o objetivo de aproximar a Ciência e Tecnologia da população, através de meios inovadores que estimulem a curiosidade e motivem a população a discutir as implicações sociais da Ciência, além de aprofundarem seus conhecimentos sobre o tema. A Semana irá acontecer entre o dia 16 e 19 de outubro nas unidades Riachuelo e Barra da Tijuca.

O tema da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de 2018 será “Ciência para a Redução das Desigualdades”, que está relacionado aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) estipulados pelas Nações Unidas, especificamente o de número 10 – Redução das Desigualdades.

Para participar ativamente da programação, oferecendo um workshop, palestra ou divulgando um artigo científico, preencha o formulário até 10 de agosto: https://pt.surveymonkey.com/r/SemanaCT

Os trabalhos aprovados serão divulgados no dia 10 de setembro!

Livro A 4ª revolução industrial do setor têxtil e de confecção

O livro “A quarta revolução industrial do setor têxtil e de confecção: A visão de futuro para 2030” é fruto de pesquisas desenvolvidas pelo SENAI CETIQT, em conjunto com a ABIT e com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI).

Tem como objetivo revisar as orientações estratégicas formuladas em 2008 no Estudo Prospectivo Setorial Têxtil e de Confecção, publicado pela ABDI. Um comitê de notáveis da indústria, governo, academia, associações de classe e sindicatos contribuiu efetivamente para os resultados que são apresentados e desenvolvidos neste trabalho.

Em um futuro próximo, a indústria têxtil e de confecção deve intensificar a aplicação da ciência e da tecnologia em todas as atividades de cadeia de valor. A expectativa é que em menos de 20 anos a Indústria 4.0 influenciará o surgimento de uma nova estrutura em níveis locais e regionais.

Faça download do livro: A 4ª Revolução Industrial